Como Montar um Mercadinho

As muitas pesquisas relacionadas ao setor supermercadista tem mostrado números bastantes satisfatórios de crescimento neste ano de 2019 como mostra o site da ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados).

De acordo com o Departamento de Economia de Pesquisas da ABRAS o setor teve crescimento até abril de 2,26% deflacionada pelo IPCA/IBGE.

Esse índice é um indicativo bem positivo para empreendedores que estão querendo começar um negócio pequeno, promissor e com baixo investimento. 

O mini mercado é um negócio que se encaixa justamente neste perfil.

Com um investimento relativamente baixo, o empreendedor apenas com um funcionário, pode ter um mercadinho de bairro e ser dono do seu próprio negócio.

É considerado mini mercado ou mercadinho, aqueles cuja área de venda é de até 150m².

A seguir, é sobre esse negócio que vamos comentar.

 

Elaboração Do Plano de Negócio Como Montar Um Mercadinho

 

Antes de mais nada, investir em qualquer negócio seja qual for, é fundamental que o empreendedor coloque toda a ideia no papel.

É preferível errar no papel do que errar com os gastos depois de te-lo investido.

Essas anotações detalhadas a chamamos de Plano de Negócio.

O plano de negócio é o esboço de todo o negócio, ou seja, algo como a planta de uma casa.

Na planta de uma casa estão todos os detalhes como:

Medidas, dimensões, projeto elétrico, projeto hidráulico e telhado.

Sendo assim, faz com que os operários sigam de forma clara sem correrem o risco de erros e gastos desnecessários.

No plano de negócio de um mercadinho é a mesma coisa.

Dessa forma descreverá todas as necessidades e diretrizes que se precisa para se montar um mercadinho.

Começar sem um plano é na minha opinião começar errando.

Para saber mais sobre como montar um plano de negócio acesse o link :

(O que é um plano de negócio)

 

Localização Do Mercadinho

 

A localização do mercadinho é um ponto chave para o sucesso do empreendimento. Assim como disse no início do texto, vamos considerar o tamanho do mercadinho de até 150 m².

A escolha do local para instalação do mini mercado será bem específica para atender o público-alvo que se pretende atingir.

Na minha opinião, esse é o principal ponto a se levar em consideração em busca do local.

Dessa maneira, pense que seus clientes poderão ter um perfil personalizado, ou seja, a Dona Maria que compra o café da marca x, leva 1 litro de leite y e 5 pães 3 vezes por semana, por exemplo.

Outros pontos que contribuem para uma boa escolha do local do mercadinho são:

  • Próximos a parada de ônibus;
  • Próximos a locais de grande movimentos como empresas e firmas;
  • Bairros em início de expansão (bairros novos);
  • Próximos a pontos turísticos e de lazer;
  • Próximos a centros esportivos e recreações;

 

Estrutura E Layout Do Mercadinho

 

O segundo passo depois de escolher o ponto comercial, é pensar na estrutura do Mercadinho.

Nesta etapa todas as informações que foram colhidas no plano de negócio começam a tomar formato.

Projetar a estrutura do mini mercado é pensar em tudo que será necessário para a operação inicial de funcionamento. Assim sendo desde um computador para até uma simples faca.

No início do mercadinho é primordial que se tenha os equipamentos principais que compõe sua estrutura como:

Gôndolas, geladeira refrigerada, geladeira congelada e check -out (caixa), balança, fatiadora de frios, faca, cestas para o cliente, entre outros.

O mercadinho que contar com o setor de perecíveis, entretanto, vai precisar de balcão de auto-serviço para padaria, bancas para o hortifruti e balcão refrigerado para frios e laticínios.

Leia mais também no post :

Equipamentos para montar um mercado

O Layout do Mercadinho precisa ser simples, objetivo e de maneira organizada. Procure separar o mercadinho por setores sendo:

De higiene, mercearia, e perecíveis tudo bem separado.

 

Comunicação Visual Do Mercadinho

 

Investir na comunicação visual também é muito importante para o mini mercado. Afinal, ela é a identidade do seu negócio.

No mini mercado pode-se aplicar uma comunicação visual simples, mas que faz grande diferença.

Nesse sentido, uma bela fachada externa, pintura e adesivos, vão dar uma cara muito atrativa para o mercadinho.

Outros detalhes como:

Banners de ofertas, logotipo e um nome bem criativo são exemplos de como se iniciar uma boa comunicação.

Estudos explicam o comportamento psicológico dos clientes com relação ao visual e designs, e o quanto essa estratégia afeta nas vendas do comércio.

Como montar um Mercadinho

Mercadinho de Bairro . Como montar um mercadinho

 

Legalização Do Mercadinho

 

Antes de mais nada, é preciso saber algumas informações importantes que irão definir o negócio.

É necessário o acompanhamento de um contador para ajudar em toda questão legal do mini mercado.

De acordo com o site do SEBRAE, as orientações legais para se abrir um mercadinho são:

  • Registros junto à Secretaria de Receita Federal, para obtenção do CNPJ;
  • Registros Junta Comercial;
  • Registros junto a Receita estadual, para obtenção da inscrição estadual (Verificar necessidade com contador);
  • Autorização do Corpo de Bombeiros – CBM ( Pode-se obter juntamente com o alvará do estabelecimento);
  • Autorização para manipulação de produtos perecíveis ( Caso o Mercadinho obtenha setor de perecíveis)
  • CMVC – Cadastro Municipal de Vigilância Sanitária;

 

Abertura de empresa MEI para Mercadinho

 

O empreendedor que optar por abrir o Mercadinho como MEI ( Micro Empreendedor Individual) precisa saber sobre algumas informações que devem se enquadrar este tipo de empresa.

O mini Mercado não poderá ultrapassar o valor de faturamento mensal de R$ 81.000,00 mil (valor em 2019), nem o empreendedor ser sócio ou ter outra empresa em seu nome.

Entretanto, o MEI só permite ter além do dono, o registro de apenas um funcionário com salário mínimo.

Caso o empreendimento se enquadre nesta modalidade, o registro poderá ser feito através da internet no site do Portal do Empreendedor. 

Mas lembre-se, mesmo que o empreendedor opte pelo MEI,  todavia será importante ter o auxilio de um contador para os trâmites legais e devidas orientações.

 

Capital de Giro Para Mercadinho

 

O capital de giro é um dos fundos de investimento mais importantes para uma empresa. É dele que o empreendedor em momentos de crise financeira, baixo faturamento e até mesmo imprevistos no negócio poderá recorre-lo.

Na prática quanto maior o capital de giro, maior o tempo que o mercadinho poderá se manter em atividade com suas obrigações.

 

Busca de Fornecedores Para Mercadinho

 

Depois de finalizadas todas as etapas anteriores de como montar um mercadinho, é hora de escolher bons fornecedores para as compras do estoque.

A boa notícia é que encontrar fornecedores para o mercadinho não é tão difícil, pois muitas empresas distribuidoras vendem a prazo, ou seja, 14 a 30 dias para pagamento.

Afim de localizar os fornecedores, faça uma divisão por departamento, por exemplo:

Perecíveis, mercearia, perfumaria etc.

Em seguida, faça uma lista dos principais produtos de cada departamento. Ainda assim, visite um supermercado e busque o contato das empresas na embalagem das mercadorias.

A princípio, o contato pode ser por telefone solicitando a visita de um representante comercial no mercadinho.

Uma boa opção é procurar também produtos regionais. Além de terem bons preços, geralmente são mais baratos.

Finalmente, procure ter variedades de marcas em cada departamento. Isso tudo facilitará a escolha de compra dos clientes.

 

Compra Do Estoque Inicial Do Mercadinho

 

Certamente o estoque de toda empresa significa um capital investido. O estoque sem dúvida é um dinheiro parado.

Dessa maneira é importante certificar a necessidade real de um estoque, entretanto, a sua falta pode ocasionar perdas de venda.

Procure comprar para o estoque inicial do mercadinho poucos produtos de cada marca da lista.

Lembre-se que os produtos no interior da loja, não deixa de ser um estoque. Então sendo assim, se preocupe apenas em manter a loja abastecida.

No meio tempo que a venda de um produto aumentar, poderá também de maneira gradativa aumentar a compra dos produtos.

Logo após realizar as compras de todos os produtos do mercadinho, é preciso observar os produtos com validade curta, afim de não ter perdas nos primeiros meses do negócio.

 

Definição de Horário de Funcionamento

 

Os horários de funcionamento precisam ser pré-estabelecidos dentro de um padrão comercial e também de acordo com a disponibilidade do empreendedor.

Os mini mercados que irão trabalhar apenas familiares, é importante que se faça tabela de revesamento de horário de trabalho,  afim de não afetar o atendimento e muito menos fazer com que o mercadinho fique de portas fechadas.

Caso o Mercadinho trabalhe forte na área de perecíveis, o horário de abertura pode ser mais cedo do que o horário comercial, por exemplo, as seis horas da manhã, horário que “sai o pão quentinho”.

Espero ter ajudado.

Abraços.

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>